Site para Correspondente Bancário: Conheça o Projeto Corbantech!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O novo banco não se parece com um banco. Ele se parece com você!

Você já deve ter notado que o setor de crédito é um dos mais resistentes nos mercados em geral.

Mesmo diante da pandemia, momento em que presenciamos alguns setores no Brasil e no mundo serem afetados, o crédito seguiu crescendo.

Um segmento que ilustra bem isso é o de fintechs.

Contrariando a realidade de muitas empresas que tiveram que fechar as suas portas em 2020, as fintechs avançam cada vez mais no mercado financeiro e no setor de crédito.

A estimativa é de que 700 novas fintechs sejam inauguradas no Brasil nos próximos meses, segundo a Associação Brasileira de Fintechs.

Seria um erro afirmarmos que as fintechs estão “invadindo” espaço no mercado, quando na verdade elas fazem parte de um grupo que criou um novo modelo de negócios.

Basicamente, o que diferencia este grupo do modelo de negócios do correspondente bancário é que as fintechs usam os dados como modelo de negócios.

Logo, dentre outras mudanças, se o modelo de negocios é baseado em dados, a LGPD só existe por causa das empresas como as fintechs.

Em outras palavras, elas usam dados para redesenhar produtos, ofertas, processos e planejar campanhas para aquisição de novos clientes.

E se você está inserido no modelo analógico, precisa pensar na transição para o digital não só, para aderir a um conjunto de ferramentas, como também, criar uma mudança de mentalidade e da cultura da sua empresa.

Quando você pensa em digital, entender que o uso de uma metodologia baseada no modelo fintech, com a reciclagem de todos os recursos que essas startups utilizam, mas de maneira econômica e sustentável, pode ser a melhor maneira para reduzir custos, desenvolver inovação e construir um posicionamento digital inteligente no mercado de crédito.

Assim como outros ramos de negócios, o segmento de correspondentes bancários se viu precisando se adaptar não só às mudanças que a nova economia impõe, mas também às atualizações internas. 

Quando o assunto é “readaptar”, o profissional de crédito já está mais que acostumado. Com frequência, a legislação muda, as condições mudam, os bancos mudam e por que não pensar que a forma de atrair clientes também mudou?

Portanto, essa flexibilidade de se mover rapidamente e de maneira perseverante que o correspondente bancário possui, faz de “readaptar” uma bela palavra neste contexto.

O correspondente bancário sempre esteve preparado para se adaptar mais cedo ou mais tarde, afinal a demanda por produtos digitais no setor de crédito já era prevista bem antes da hipótese de uma pandemia. A pandemia apenas acelerou esta demanda.

Como criamos capacidade de inovação?

Nós tornamos simples o que é complexo.

“Bebendo na fonte” das Fintechs e mergulhando em seu universo, transformamos ferramentas, métodos e processos caros em soluções sustentáveis e inteligentes, para os problemas mais espinhosos.

A criação de nossos projetos é dividida em quatro partes principais que definem desde a construção do posicionamento como Corbantech®, até a transição para atração de clientes, com a geração dos primeiros resultados 100% online.

Não é só a tecnologia. É estratégia e método. E tudo começa por uma mudança de cultura e mindset na sua empresa.

Se você chegou aqui, significa que a sua mentalidade está preparada para novos desafios no digital. E o melhor, em uma canal que sempre será seu!

O que não te desafia, não te faz mudar! Junte-se à nossa comunidade de CORBANTECHS® e posicione a sua empresa no cenário digital do mercado de crédito.

A única pessoa que pode mudar seu negócio é você!

Você muda o seu negócio quando não só agrega ferramentas, como também ajusta sua mentalidade, estratégias e se planeja para ser digital de verdade.

Esperar que as ferramentas façam “mágica” pelo seu negócio sem que você realmente inclua elas no seu planejamento estratégico e invista nelas é o mesmo que comprar um aspirador de pó e esperar que ele limpe a casa sem nem tirá-lo da caixa.

Se você estiver realmente disposto a ser agente transformador do seu negócio, pode contar conosco para te ajudar com os instrumentos necessários. Mas lembre-se que você precisa dar o primeiro passo!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *